Tribunal de Contas vai monitorar obras públicas através de satélite

Sexta-feira, o presidente Fernando Catão reuniu dezenove prefeitos no Tribunal de Contas do Estado. Apresentou-lhes uma ferramenta que vai possibilitar à Corte monitorar as obras públicas em tempo real, via satélite. E a própria população também poderá exercer o acompanhamento.

“Não é uma tentativa de apertar a fiscalização. Nosso objetivo é orientar e trabalhar junto com vocês”, esclareceu o presidente, ressaltando que será possível obter imagens, a identificação e localização geográfica de obras públicas, o acompanhamento de seus custos e do ritmo dos serviços.

O sistema – que também armazenará informações sobre processos licitatórios, ordens de serviços e dinheiro empenhado em obras e bens – favorecerá a instalação de um banco de dados de extrema valia para o setor público e, igualmente, para o contribuinte paraibano.

Participam da fase piloto do Sistema de Georreferenciamento de Obras Públicas (GeoPB) as prefeituras de João Pessoa, Campina Grande, Bayeux, Santa Rita, Cabedelo, Cajazeiras, Sousa, Patos, Solânea, Sapé, Guarabira, São Bento, Picuí, Caaporã, Bom Jesus, Pitimbu, Taperoá, Espírito Santo e Mamanguape.

Publicado em 7 de dezembro de 2011, em Sem categoria. Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: